A modelo Kamila Freitas, finalista do concurso Musa das Torcidas do Brasileirão 2014, decidiu procurar a Polícia Civil depois de ser espancada pelo namorado em São Paulo. Após formalizar a denúncia, com base na “Lei Maria da Penha” ela fugiu para o Rio de Janeiro, onde conta com ajuda de amigos. Os dois mantinham um relacionamento de três anos, marcados por muitas brigas e discussões.

“Aguentei tudo em silêncio por um tempo porque queria ajuda-lo a sair das drogas. Eu o amava de verdade. Foram brigas, conquistas e perdas. No meio disso tudo traição e drogas. Com o tempo vieram as porradas e ameaças. Um verdadeiro inferno. Tudo por amor. Fiquei muito mal, mas deixei de viver para ajudá-lo. Tudo foi em vão. Pensei até em me matar para acabar com tudo isso. Mas Deus é poderoso e não permitiu”, conta a modelo.

Veja Também:  Pabllo Vittar participa da Parada Orgulho LGBTI no Rio

Cansada de tantas agressões, Kamila quer agora recomeçar sua vida e superar o relacionamento turbulento. A musa do Chapecoense ainda lembra da forma bruta que o ex-namorado a tratava, sempre demonstrando muito ciúmes. “Ele me prendia e mostrava uma personalidade bem diferente para os amigos. Na frente das pessoas ele era ótimo, tranquilo e muito educado”.

Com os dados e fotos do ex-namorado da musa, a Polícia agora faz buscas para encontrá-lo. Segundo Kamila, o rapaz ainda continua morando em São Paulo. “Estou no Rio de Janeiro, bem longe dele, e rezando para que a Polícia o prenda. Agora só quero viver em paz”.