O funkeiro carioca Naldo Benny é o entrevistado de Daniela Albuquerque no ‘Sensacional’ desta quinta-feira (7). Na conversa, o cantor destaca o recomeço da carreira e do relacionamento de dez anos com Ellen Cardoso, conhecida como ‘Moranguinho’, após polêmicas envolvendo agressões à companheira.
“Além de lutar pela reconstrução da minha família, de ter visto a minha vida e o meu casamento destruídos, acabados, eu quis lutar por isso ao ver a entrega dela. Por causa disso eu tento fazer o melhor todos dias. Se é para ser bom, eu tento ser melhor ainda, porque eu vi o esforço dela e sei que não foi fácil. O que nós vivemos hoje não é uma brincadeirinha para postar na rede social”, desabafa.
Ao ser condenado por violência doméstica depois de acusações da esposa, o artista se reconciliou com a amada e começou a fazer terapia. Questionado em relação ao seu ciúme excessivo na época das denúncias, Naldo revela não deixar mais o sentimento atingi-lo de forma doentia em nome do bom relacionamento com a modelo.
“Se ela não me amasse, se não fosse tão real, ela não teria voltado para mim. Depois de tudo isso que aconteceu, se a gente não acabou, se ela perdoou, se ela me ama, vou ter neurose com o que? Deixa ela ficar tranquila”, completa ele, analisando a nova fase do casamento.
Ainda durante o bate-papo, Naldo reconhece o peso das acusações que já sofreu, das polêmicas nas quais já esteve envolvido e desabafa. “A atitude que eu tive não foi certa, eu não sou a favor disso. As pessoas não estão erradas, só que eu não sei não ser de verdade. Eu não sei ser um cara de mentira. A Ellen sabe, a minha intensidade é total, então quando eu disse: ‘Me perdoa, eu estou errado, mas quero uma nova chance’, foi isso”.
Veja Também:  Musa do carnaval paulistano posa de biquíni e revela: “Nunca quis ser uma barbie”
Compartilhe