A empresária, modelo e atleta de fisiculturismo Elaine Ranzatto conquistou três importantes títulos em um único campeonato: 1º lugar na categoria Muscle Model, 2º lugar na categoria Fitness Model Master (mulheres acima de 35 anos) e 4º lugar na categoria Ladies Fitness Model (mulheres de todas as idades) no Campeonato Europeu 2016 Miami Pro, que ocorreu em Londres com concorrentes de toda parte do mundo.

Com 5% de gordura corporal, a bela intensificou os treinos nos dois últimos meses que antecediam o campeonato. “Não sou de comer besteiras, não sinto falta de açúcar, então, meu corpo já fica de certa forma preparado o ano todo. Para um campeonato basta apenas ajustar o corpo de acordo com a categoria exigida e seguir firme com a dieta intensificando os treinos”, revela.

Elaine conta com dois profissionais fixos para acompanhar sua rotina de treino, a personal trainer e preparadora de atletas, Caroline Zawadaski e a Thays Marcondes, médica clínica e nutróloga e sócia da Ranzatto Fitness. Mas, para este campeonato, Elaine também contou com a ajuda do coach Gabriel Kaminsk que em conjunto com a Caroline elaborou todos os suplementos que a mesma deveria tomar.

Faça chuva ou faça sol, em época de campeonato os treinos são realizados todos os dias (até mesmo aos domingos), divididos em grupamentos musculares e o cardio em jejum, conhecido como AEJ. “Alguns especialistas condenam outros apoiam. Eu particularmente me senti muito bem com AEJ, faço tranquilamente sem sofrimento e tenho mais disposição. Cada organismo reage de um jeito. Isso foi uma mudança positiva para mim”, conta Elaine.

Veja Também:  Uau! Paola Machado posa toda estilosa com calça alta

A dieta de Elaine para o campeonato era bem específica, rica em frango, carne magra, batata doce, mandioca e muitos alimentos verdes para saciar a fome. “Fiquei dois meses sem comer arroz e feijão. As pessoas não imaginam o esforço físico e mental que sofre um atleta de fisiculturismo. Fico chateada com a falta de incentivo ao esporte”, confessa a atleta.

Para os críticos de plantão, que por falta de conhecimento acreditam que ao tomar anabolizantes vão conquistar um corpo seco e definido, Elaine é categórica ao dizer que sem uma boa alimentação nada acontece. “Eu treino desde 2007 e sempre digo que o corpo se constrói na cozinha. Muitos me atacam dizendo que é uso de esteroide. Sou magra por natureza. O uso de esteróide pode ajudar a acelerar o processo de crescimento muscular mas nunca vai dar qualidade e definição corporal, como por exemplo o sonho do abdômen seco e cheio de ‘gominhos’ se a pessoa continuar comendo doces, frituras, ingerindo álcool e outros alimentos cheio de sódio e sal. Não há suplementos milagrosos, não há nada que resolva se você não mudar seus hábitos alimentares e sua atividade física. É mais fácil criticar do que tentar mudar”, garante.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação