Foto: Léo Cordeiro

Rainha da bateria da escola de samba Renascer de Jacarepaguá, Silvia Schreiber posou em praia para escolher a foto que estampará as camisas dos ritmistas da escola. Com o enredo “Dois de Fevereiro, no Rio Vermelho” que vai homenagear Iemanjá e a Bahia, a atriz não pensou duas vezes em encarnar a rainha do mar.

“O enredo da Renascer é digno de uma rainha como Iemanjá. Já que a escola resolveu homenagear a dona do mar, nada melhor que um ensaio inspirado nela para estampar a camisa da minha bateria. Me joguei, pedi pelas bênçãos dela, pedi permissão e posei cheia dos barangandãs”, contou.

Dividida entre a carreira de atriz, os trabalhos como modelo, a pós-graduação clinica e o samba, a loira garante que aguenta firme a rotina intensa.

“Confesso que tem dias que a minha respiração me cansa. A minha motivação para acumular tantas funções é o samba, sem dúvida. Não encaro o meu posto como trabalho, é um prazer imenso receber o retorno de tudo aquilo que faço pela escola. Tem dias que parece que não vou chegar no final do dia e então eu lembro que é lá que está o samba que vou fazer antes de dormir, isso me revigora, me alimenta a alma”, revelou.

Compartilhe