Cinco anos atrás o Brasil perdia uma das mais influentes vozes da música brasileira dos últimos 20 anos. Chorão, líder da banda Charlie Brown Jr., tocou os corações e mentes de toda uma geração e é lembrado até hoje com muito carinho por fãs e simpatizantes espalhados pelo Brasil e o mundo.

Prova disso foi o número de homenagens que o cantor recebeu nas redes sociais no dia de hoje. Seu nome é um dos assuntos mais comentados do Twitter, mostrando que o seu legado não será esquecido tão cedo. Em sua conta no Instagram, Graziela Gonçalves, viúva do cantor, também fez um post emocionante em homenagem ao falecido marido.

“Lembra daquela estrela? Aquela mais brilhante, pra quem a gente pediu tantas coisas numa noite de verão e que virou tatuagem na nossa pele? É pra ela que eu olho quando eu quero falar com você. A luz é toda sua. Tenho certeza que você escuta. Não só a mim, mas a tantas pessoas que levam o teu nome nas orações que mandam pro céu. E assim você se torna eterno. Pra sempre gravado no coração de todos que te amaram e ainda te amam e que tem a certeza de que nada foi em vão”, postou Graziela.

Veja Também:  Renatta Teruel é cotada para participar do reality show A Fazenda

O renomado produtor musical Carlos Eduardo Miranda, ou apenas Miranda, dono do extinto selo Trama Virtual, declarou em entrevista a UOL que não existe mais espaço para ídolos como o Chorão na atualidade.

“O tempo de hoje não comporta um cara como Chorão. O papel do herói está diluído e não existe mais o ‘grande público’. Fora sertanejo e funk, o que existe é o nicho. O rock é nicho, a MPB é nicho. Eles foram a ponta de um iceberg de uma geração inteira que, antes deles, era desprezada”, declarou.

Compartilhe