Doze artistas se reuniram ao longo deste ano em prol de uma causa bastante nobre: a inclusão de pessoas com deficiência intelectual, como autismo e síndrome de Down. Organizado pelo Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK), o Calendário Inclusivo 2017 contará com a cantora Claudia Leitte, os jornalistas Heródoto Barbero, Maria Julia Coutinho e Carla Vilhena, os atores Eva Wilma, Maria Casadevall, Aílton Graça, Carlos Casagrande e Chris Viana, o músico Dudu Braga, a apresentadora Karina Bacchi, e a eterna Garota de Ipanema, Helô Pinheiro.

Eles posaram ao lado de crianças e jovens participantes das oficinas de arte, karatê e taekwondo do IOK. Durante a sessão de fotos ao lado do jovem Nickolas Alves Linguiti, de 10 anos, Carla Vilhena falou sobre igualdade e citou a metáfora que fala de dois meninos — um alto e um baixo — que usam caixotes de tamanhos diferentes para enxergar por cima de um muro uma partida de futebol. “Isso, para mim, é igualdade. É dar condições para que todos cheguem à reta final”, disse a jornalista. Ao lado do Uriel Carli Del Valle, de 8 anos, de quem ganhou muitos beijos e abraços, Maria Julia Coutinho descreveu a paz — tema do calendário 2017. “A paz é espalhar a síndrome do respeito, da tolerância, da justiça e do amor pelo mundo”.

A mãe de Laura Kummrow, de 8 anos, que fotografou ao lado da cantora Claudia Leitte, falou sobre a importância desse encontro. “A Claudia Leitte superou todas as minhas expectativas. Ela foi cúmplice da Laura durante o tempo que estiveram juntas! A experiência foi tão marcante que a Laura sempre repete: “Quero tirar foto com a Claudia Leitte, mamãe!””, disse Gabriela Arantes Wagner. “A participação de uma pessoa com tanta visibilidade só acrescenta aos projetos do IOK. Sou muito fã do trabalho do Instituto, pois a Laura tem mostrado uma melhora significativa no seu desempenho desde que começou as oficinas de artes, pois ela realmente gosta do que faz”.

Essa será a quarta edição do Calendário Inclusivo da entidade. A versão de 2016 contou a participação de  ídolos do esporte brasileiro, em referência aos Jogos Olímpicos que foram disputados no Rio de Janeiro, como o astro do basquete Oscar Schmidt, a levantadora Fofão, do vôlei e o nadador Gustavo Borges. A previsão é de que o calendário seja lançado no mês de novembro. A renda obtida com as vendas, que serão feitas por telefone e pelas redes sociais do IOK, será revertida para as ações do Instituto.

Veja Também:  Neymar se diverte em casa noturna em Santa Catarina
Compartilhe