Eu sou fã assumidíssima de filmes de terror, thriller e suspense, por isso estava contando os dias para a estreia de Annabelle 2: A Origem do Mal e já posso adiantar que saí muito satisfeita com o que eu vi!

A franquia Invocação do Mal vem fazendo sucesso a cada novo filme dirigido pelo sensacional James Wan, um ícone quando o assunto é filme de terror, mas quando chegou aos cinema o spin-off de Annabelle (2014), que foi apresentada ao público em Invocação do Mal, todo mundo saiu decepcionado, já que o filme era fraco e bem ruim.

Tentando tirar aquela primeira impressão péssima, a Warner Bros. Convidou David F. Sandenberg, que estourou com Quando as Luzes se Apagam, para dirigir Annabelle 2: A Criação do Mal, e a parceria deu mais do que certo, já que o filme é muito bom!

A sequência da boneca do mal conta a história de um casal que perde sua filha, Annabelle, de forma trágica e, 12 anos depois, decidem abrir as portas de casa para acolher uma freira e algumas meninas de um orfanato.  Ao longo dos dias na casa, as meninas vão descobrindo o que há por trás da boneca maligna, que havia sido criada pelo pai de Annabelle, que era um artesão, antes dela morrer, e assim a história passa a desenvolver, mostrando ao espectador como tudo começou.

Um dos primeiros acertos de Annabelle 2 é o elenco. Talitha Bateman, que é a protagonista e interpreta Janice, uma menina que tem poliomielite, mostra seu talento em cada cena, atuando de forma madura e criando uma empatia com o público. Além dela, Lulu Wilson (vocês devem lembrar dela em Ouija: Origem do Mal), interpreta Linda, parceira de Janice, e que também rouba a cena com sua atuação naturalmente talentosa em mais um filme de terror.

Veja Também:  Bianca Nascimento posa sexy e revela: “não malho, danço funk”

Mesmo sem fugir dos clichês, Sandenberg consegue criar uma atmosfera sombria, dando o mesmo tom que Wan dá em seus filmes, o que faz com que o público “salte” para dentro do ambiente apresentado pelo filme e crie uma empatia com os personagens, entendendo quem é quem, antes de começar a sequência de sustos.

Annabelle 2 é um filme assustador, sinistro, com pitadas de bom humor e que deixa para trás o fantasma do primeiro, que foi uma verdadeira tragédia.

(P.S: O filme não deixa de fazer referências aos outros títulos da franquia (Invocação do Mal 1 e 2 e Annabelle 1) e também cita os próximos filmes deste universo, como A Freira, que aparece em Invocação do Mal 2,  e também a sequência da franquia, Invocação do Mal 3).

Trailer: