No dia 5 de agosto, o Espaço das Américas recebe uma das maiores duplas sertanejas de todos os tempos,Chitãozinho & Xororó que apresentam a turnê “Pura Emoção”, onde o público poderá conferir um show animado e muito especial.

Os ingressos para esta noite, que promete ser inesquecível, vão de R$90,00 a meia entrada para o setor H, a R$280,00 a entrada inteira para o setor Azul Premium, já disponíveis nas bilheterias do Espaço das Américas (de segunda à sábado, das 10h às 19h, na Rua Tagipuru, 795) ou online pelo link https://goo.gl/gxsVK7.

A turnê “Pura Emoção” conta a história dos cantores paranaenses e quem ganha o presente é o público, que pode conferir novos figurinos, repertório e cenários, cujo palco traz o formato de um diamante. A pedra preciosa e lapidada foi escolhida para homenagear a trajetória da dupla, polida ao longo desses 45 anos de carreira.

Os artistas sobem em duas passarelas instaladas no palco para uma viagem de muitas emoções, efeitos especiais e interação com a plateia, que vibra a cada música e refrão. Com direção geral de Chitãozinho & Xororó, Hit Music e Live Talentos, empresa responsável pela carreira artística da dupla, o show é um espetáculo tecnológico surpreendente do início ao fim — tão incrível quanto o resgate emocional que o show proporciona.

“Criamos esse show interativo para dividir emoções com nosso público, que nos acompanha, nos apoia e sempre nos impulsiona a buscar o melhor de nós mesmos”, comentam Chitãozinho & Xororó.

A turnê traz inovações em iluminação, com o uso dos moving LEDs, aparelhos que se movimentam, criam palavras e geram efeitos grandiosos em linguagem 3-D. Um dos momentos de destaque com o uso dessa tecnologia surge com Chitãozinho & Xororó convidando o público a ligar as luzes de seus celulares e apontar para o palco. Essas luzes se fundem à iluminação do show e tomam conta de todo o espaço.

Veja Também:  Evento de concurso terá degustação de cachaça com ouro

No repertório do show estão sucessos antigos “para matar a saudade do sertão” e resgatar músicas que já não eram mais tocadas nos shows. Modas de 40 anos atrás são trazidas para o presente de maneira única. Entre essas composições estão “Meu Disfarce” (1987), de Chico e Carlos Roque, e “Se Deus me Ouvisse” (1986), entre outras.

Para simbolizar a retomada dessas músicas, a dupla liga um rádio antigo (refletido no diamante do palco), que toca trechos de algumas canções. Os clássicos como “Sinônimos” e “Evidências” também não podem faltar no programa – são momentos em que o público de todas as faixas etárias se emociona e canta junto com os artistas.

A dupla interpreta também composições do disco, “Tom do Sertão”, em homenagem ao cantor, compositor e maestro Tom Jobim (1927-1994), como “Águas de Março”, “Correnteza” e “Eu Não Existo Sem Você”. Durante a execução de “Correnteza”, o palco e duas passarelas parecem inundados de água, deixando o espectador com a sensação de que Chitãozinho & Xororó estão imersos no rio.

Neste espetáculo, Chitãozinho & Xororó são acompanhados por sua banda, formada por Claudio Paladini (teclados e vocal), Adilson Pascoalini (guitarra, violões e viola), Daniel Quirino (vocal e violão), Antonio Vendramini (sax, flauta, rabeca e percussão), Marcelo Modesto (guitarra, banjo, cello, mandolin e violão), Fábio Almeida (baixo), Renato Britto (bateria) e Frank Joni (acordeon).