A Arquidiocese de São Paulo emitiu nota de repúdio depois da musa da Acadêmicos do Tucuruvi, Vanessa Alcântara, usar uma fantasia de “freira sexy” no último ensaio técnico. A loira só tomou conhecimento do documento nesta semana. Na carta enviada para o presidente da agremiação e para o presidente da Liga das Escolas de Samba, a entidade trata o caso como desrespeitoso.

Em outro trecho, a igreja manifesta veemente desaprovação e revela que acompanhou de perto os preparativos das escolas que abordaram a religião para o carnaval, caso da Tucuruvi, que falou das festas de fé pelo Brasil, e da Águia de Ouro, que homenageou Maria. Na carta, a Arquidiocese chega a citar o Código Penal Brasileiro, mencionando o respeito pela diversidade religiosa.

Vanessa Alcântara
Foto: Eduardo Graboski / Mais Mídia

Vanessa conta que ficou em choque ao receber a carta. A loira garante que sua intenção não era tratar a imagem de uma freira de forma desrespeitosa, mas atacar as “falsas santas”. Na época, ela chegou a alfinetar Andressa Urach, que também ficou conhecida por suas polêmicas no carnaval. “Foi puro entretenimento, em momento algum quis me indispor com a igreja”, destaca.

Veja Também:  Fiama Amorim esbanja boa forma em aniversário de loja

A musa da Tucuruvi ainda critica a postura adotada pela igreja católica de “monitorar” o trabalho das escolas e de criticar sua conduta no Sambódromo do Anhembi. “Ao contrário do que a Arquidiocese acredita, nem mesmo o público ficou ofendido. As pessoas se divertiram e levaram tudo na brincadeira. Recebi um carinho enorme no dia”, lembra. “É muito mimimi pra pouca coisa! Acho que a igreja tem outros assuntos mais importantes para tratar”, dispara.

Vanessa Alcântara
Foto: Eduardo Graboski / Mais Mídia