Vice-campeã mundial no WBFF (World Beauty Fashion Fitness) na categoria Diva Fitness, a atleta Karina Marin mostrou o shape definidíssimo durante competição em Toronto, no Canadá. Aos 42 anos, ela se orgulha de fazer parte da turma da clara de ovo, batata doce e frango. Seguindo a dieta à risca, Karina garante que nunca passou fome e diz que a suplementação é uma das etapas mais importantes na preparação de qualquer atleta.

“Não vivo sem whey protein, caseína, BCAA e glutamina. Para uma atleta a suplementação é a cereja do bolo, principalmente porque não conseguimos absorver todos os nutrientes só com a dieta. Objetivos diferentes exigem dieta e suplementação diferentes. Na fase do mundial confesso que tinha dias que até sofria pra ingerir tudo o que era necessário, engana-se quem acha que para eu chegar a esse shape de palco eu passei fome”, ressalta.

Na primeira fase da competição em Los Angeles, nos Estados Unidos, Karina focou seu treino e dieta na definição muscular. Já para o mundial de Toronto, ela se preocupou com o ganho de volume. “Comi e suplementei muito, e qualquer descuido via os ponteiros da balança despencarem. Uma alegria se eu fosse modelo mas uma verdadeira tragédia sendo uma atleta”, relembra. “Em quatro meses consegui transformar o meu corpo sem passar fome”.

Veja Também:  Chega ao fim namoro de Bruna Marquezine e Neymar

Para a Diva Fitness, em competições desse porte o mais importante não é aquela uma hora que as atletas treinam na academia todos os dias, mas as outras 23 horas do dia. “Competir é técnica. Equilibrar dieta, treino e suplementação não é nada fácil. É uma equação bastante elaborada e totalmente individual. E tudo isso vale a pena. Esse estilo de vida é o que me move”.