A Dra. Mariana Kessel esclarece as dúvidas sobre o uso do produto no dia a dia

 Ressaltar a beleza ou esconder imperfeições? Não importa. Para as mulheres o ato de se maquiar ganha ares de ritual e, como tal, é acompanhado de diversas orientações. De acordo com a dermatologista Mariana Kessel, esse carinho com a pele requer atenção antes, durante e depois daquele evento ou atividade que sugira uma maquiagem especial.

“Hoje temos uma imensa gama de ativos e veículos que incorporados a maquiagem não apenas permitem a cobertura de imperfeições mas também podem tratar a pele. No entanto, para aproveitarmos estes benefícios, precisamos saber escolher o produto, conhecer a nossa pele. Uma conversa com seu dermatologista pode ser o primeiro passo para esta orientação, otimizando a escolha do produto quanto a cobertura e tratamento”, explica a profissional.

Antes da aplicação de qualquer tipo de maquiagem ela recomenda um preparo adequado da pele. “Tenho pacientes que precisam da maquiagem de maneira rotineira, e isso não será um fator prejudicial se tivermos os cuidados corretos. Uma maquiagem de uso diurno deve ser aplicada após limpeza, tonificação e uso de ativos específicos, como antioxidantes, hidratantes ou até mesmo clareadores de maior tolerância. Inclusive para a área dos olhos, que quando bem hidratada e preparada irá evidenciar menos qualquer imperfeição”, ensina Mariana.

A dermatologista recomenda ainda um bom filtro solar a ser aplicado antes da maquiagem, antes da base. “Até porque, normalmente, a maquiagem não costuma oferecer cobertura completa contra os raios ultravioleta. Sendo interessante complementar esta proteção com um bom filtro solar, com ou sem cor, antes da maquiagem”.

A escolha dos produtos – Ela afirma a necessidade de cuidados na hora da escolha dos produtos, mesmo no que diz respeito às lojas físicas ou virtuais. “É importante procurar lojas de referência quando for investir em uma boa maquiagem, para não termos o risco de comprar produtos falsificados ou de baixa qualidade que podem causar alergias e infecções à pele. Interessante sabermos também que a indústria cosmética já tem a preocupação de oferecer produtos específicos para cada faixa etária, e vale a percepção de que esta especificação não é em vão”.

Por conta disso, os cuidados recaem sobre as idades e diferentes tipos de pele. “Normalmente, os mais jovens terão uma pele mais oleosa, com tendência à formação de comedões e acne. Estes devem buscar uma maquiagem mais leve, com propriedades matificantes e não comedogênicas. Já as mulheres de pele mais madura costumam buscar produtos que promovam melhor cobertura de rítides finas e profundas, com ativos antioxidantes e que promovam hidratação duradoura”, pondera a dermatologista.

Veja Também:  Taron Egerton e Jamie Foxx aparecem em novas fotos de ‘Robin Hood’

Região dos olhos – A profissional ressalta que a região dos olhos é a área de maior sensibilidade da face, “pele mais fina, sensível, com tendência a flacidez e que evidencia as imperfeições”. Então é sempre importante procurar produtos de alta qualidade e não negligenciar a hidratação adequada.

Falando ainda de preparo da pele, os primers ganham espaço, preparando a pele e otimizando o efeito da make uma vez que ajudam a fechar os poros e promovem redução da oleosidade. “Vale ressaltar que a pele bem cuidada, saudável, apresentará menos manchas, acne e comedões, e teremos menor necessidade de esconder imperfeições. A maquiagem ficará mais leve e natural.”

Tirar a maquiagem – A dermatologista lembra a importância dos cuidados na hora da retirada da maquiagem. “Muitos pensam que lavar a face com água e sabão é o suficiente para remover. Engano! Para que as impurezas e produtos sejam adequadamente removidos precisamos limpar de maneira adequada. E como seria? Usar sempre água micelar ou demaquilante apropriado a seu tipo de pele para começar o processo”, reforça.

Mariana Kessel recomenda para seus pacientes um óleo vegetal para complementar. “O óleo vegetal puro promove ação de limpeza sem agredir, especialmente para a área dos olhos, onde facilita a remoção de máscaras de cílios também, limpando e promovendo hidratação. Após o óleo vegetal, indico a limpeza com sabonete líquido específico para cada tipo de pele”.

Nada de trocas – Hábito recorrente entre muitas pessoas, compartilhar maquiagem é desaconselhado pela dermatologista. “As pessoas esquecem que na maior parte das vezes o produto da amiga não é aconselhado para seu tipo de pele. Além disso, esponjinhas e pincéis podem ser veículos de disseminação de doenças, bactérias e fungos. Estes instrumentos devem ser limpos periodicamente”, observa.

Toda esta gama de cuidados, na visão da profissional, desfaz um mito: não existe a “maquiagem perfeita”, mas sim a adequada a cada pessoa. “Hoje temos uma diversidade de filtros de fotos, instagram, que favorecem o contorno do rosto, boca perfeita, delineado impecável, pele dos sonhos… Mas todos nós temos imperfeições, e o importante é estar com a saúde da pele em dia, manter os cuidados e orientações de seu dermatologista para que a maquiagem seja apenas para evidenciar o que temos de mais belo”, finaliza Mariana.

Compartilhe

Warning: A non-numeric value encountered in /home/portalmaismidia/www/wp-content/themes/Newspaper_old/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009