Que o universo artístico é extremamente concorrido, não podemos negar, encontrar o seu espaço demanda muito trabalho, identidade, consistência e personalidade. Esse é o caso do Marks com uma trajetória de muito esforço envolvido, continua realista e confiante, e além de tudo o músico não deixa de lado suas raízes, lembrando dos companheiros que o ajudaram no início da carreira.

As raizes da  música correm nas veias de Marks desde pequeno, o  pai tocava cavaquinho em um grupo de pagode, e a  mãe sempre gostou muito de ouvir e incentivava o marido, ele cresceu com essa influência. Tudo começou com a criação de um grupo de pagode, “Domínio do Samba”.

Os integrantes eram amigos do condomínio onde ele morava, ficavam na quadra do prédio batucando, fazendo um “som” apenas por hobby, sem pretenções. Em 2012 no auge do funk ostentação, Marks pega gosto pelo estilo musical e decidi seguir carreira artística neste gênero. Une forças com amigos, mas os recursos não foram suficientes para realizar a produção de um single, quando então o  amigo Junaga complementou a verba e gravou uma música juntos, criando a dupla Mc Marks e Junaga, e assim seguiram se apresentando em barzinhos. Até o momento de trilharem carreira solo. Sua trajetória o fez conquistar experiências e fãs, com passagem em algumas empresas, como KL, Play Produtora e atualmente está na GR6.

Com alguns hits de sucesso “Logo Eu”, “Favelado que Te ama” e “Casal bem Louco”, que somam mais de 100 milhões de visualizações no Youtube, Marks caminha sempre com a versatilidade que todo artista deve ter, por isso seu último projeto, lançado recentemente se chama  “Pegada do Marks”,  um EP com uma pegada mais dançante. Desde o início de sua carreira Marks ficou conhecido pelo seu jeito romântico de compor as canções e pela maneira que trata os fãs, sempre atencioso e carinhoso com cada um deles. E ele não tem medo de arriscar em um novas diretrizes, “Os meus fãs são muito fieis, vão me apoiar de qualquer jeito e eu confio na qualidade desse novo EP, acredito que está bem amplo, para agradar a todos”, afirma o cantor.

Veja Também:  Rainha da Tatuapé, Andrea Capitulino sensualiza em ensaio de lingerie

Marks sempre valorizou os estudos e acredita que para ter sucesso  é preciso muito esforço e dedicação diária á carreira, atualmente ele faz aula de teclado, canto e tem muitas expectativas para os próximos projetos. Para o futuro, Marks pensa em inaugurar um projeto social com aulas na comunidade em que cresceu e frequenta até hoje. Ele acredita que a música tem um grande poder de tranformação na realidade dos jovens, “ A música mudou a minha vida, e eu quero que todos tenham a oportunidade de mudar de vida e ver outros horizontes assim como eu”, disse.

Compartilhe