Fugindo do esteriótipo da modelo “anoréxica” e sem curvas, Jessica Santtos desfila o corpo escultural pelas passarelas da Europa e revela não se sentir nem um pouco intimidada pelas passarelas que pisa.

“Faz tempo que esse esteriótipo caiu. Claro, ainda hoje eu encontro meninas que sonham fazer carreira como modelo e viram escravas do próprio corpo. Eu escolhi ser plena, optei pela ‘ditadura da plenitude’ e desde então sigo abrindo portas. Não deixo de comer nada, mas como apenas o que me realiza e satisfaz”, disse a top brasileira.

Veja Também:  Conheça Ricardo Dias, o "Psicólogo Bonitão"

Questionada sobre os limites entre o corpo e o sonho, a modelo afirma que é necessário o equilíbrio.

“Não existe vitória sem sacrifícios. A carreira de modelo é curta e nem sempre é fácil. É preciso encontrar o equilíbrio entre o corpo, a mente e o sonho”, contou.