A estudante de teatro Angel Takeda, 27 anos, representante de São Paulo no Musa do Brasil 2016, mostrou todas as suas curvas a bordo de um body retrô e lembrou, entre um clique e outro, da sua história como feirante em São Vicente, no litoral paulista. Para ajudar a família, a única mestiça do concurso acordava de madrugada para montar a barraquinha nas ruas da cidade e vender frutas e legumes.

“Era uma rotina bem difícil, mas tudo foi muito recompensador. Acordava às 3 horas da manhã e não tinha tempo ruim pra carregar as caixas de frutas. Ficava até o fim da tarde em pé, mas não tirava o sorriso do rosto na hora de atender os clientes. Nunca pensei em ser modelo, apesar de já atrair alguns olhares na feira”, lembra aos risos. “Hoje olho pra trás e tenho orgulho. Superei essa fase difícil e tudo o que tenho hoje veio graças a feira”.

Veja Também:  Ex-panicat Tânia Oliveira vai se tornar musa fitness

De olho nessa fase difícil, a musa quer quebrar preconceito no Musa do Brasil e mostrar que qualquer mulher, inclusive a mais humilde que já trabalhou na feira, pode ter um título como esse. “Pra ser musa basta ter carisma e respeito pelo próximo. Minha realidade se transformou e nunca deixei a minha essência. Mais do que beleza, acho que a simpatia conquista qualquer um”, garante.

A final do concurso Musa do Brasil acontece no dia 13 de dezembro no hotel Holiday Inn Anhembi, em São Paulo. 27 candidatas, cada uma representando um estado brasileiro, serão avaliadas por jurados famosos.

Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Mais Mídia