Capa da revista Sexy e Musa do Atlético Paranaense, Débora Santos revela que sempre quis ser símbolo sexual. A modelo, que também já foi professora, falou sobre o motivo que a fez abandonar as salas de aula e partir rumo ao sonho de estampar um ensaio nu.

“Eu sempre fui meio ‘pimentinha’, nunca fui a ‘menininha’ da casa. Tive que assumir responsabilidades muito cedo, então entre o sonho e o estudo, optei por estudar. Hoje, com a vida mais tranquila, me joguei de cabeça para conquistar os meus sonhos. Ser capa da Sexy foi incrível, é mais que uma realização pessoal. Estou realizada como mulher, como profissional e até com o assédio, pois nunca quis ser uma princesa da Disney, queria mesmo era ser símbolo sexual”.

Com a final do concurso Musa do Brasileirão 2017 se aproximando, a representante do Atlético-PR está focada na dieta e nos exercícios para manter o corpão bem desenhado e as curvas em dia. No entanto, a modelo diz não seguir uma dieta tão restritiva e nem acha que precisa.

Veja Também:  Recheio da Sexy, Débora Drumond posa e dispara: “bombadas não estão com nada”

“Eu nunca achei bonito corpo de mulher ‘masculinizada’. Eu tenho o corpo que sempre quis e, na verdade, faz tempo que mantenho o mesmo corpo e sem sacrifício algum. Agora, nessa reta final do concurso, cortei as besteirinhas e os industrializados. Estou apostando em comida de verdade e alimentos naturais”, contou a Musa do Atlético-PR. A final do concurso será no dia 16 de dezembro.