Representante do Japão no concurso ‘Musa da Copa do Mundo 2018’, Elga Shitara vai participar de grupo teatral e abriu o coração sobre o preconceito por ser o tipo ‘gostosona’. A gata foi eleita ‘Musa Simpatia’ no concurso Musa do Brasil 2017, depois estampou a capa da revista Sexy e, agora, está concorrendo ao título de mais bela torcedora do mundial de futebol.

“Tem horas que é chato ser gostosa. Os homens me olham desejando, como cachorros que passam horas ‘namorando’ o frango exposto na padaria. Esses mesmos homens são os que julgam todas as mulheres que trabalham com a imagem, eles querem possuir, mas não querem assumir. No teatro e na TV isso não é diferente. Quando a mulher é gostosa o talento fica em segundo plano, ela é vista apenas como um corpo. Nunca fui ‘mocinha’ e não sei se faria bem, eu seria uma vilã incrível”, revelou.

Veja Também:  Musa do Rio Grande do Sul, Luanda Fraga revela: “simpatia de leve não mata”

A modelo não vai ficar só no teatro, Elga quer brilhar nas novelas e ainda contou com quem quer fazer par romântico.

“Eu acho uma arte linda, admirável o que é feito no palco do teatro, porém, eu sou louca por novelas. Sou fã das histórias que a Glória Perez conta em suas novelas e da forma como ela respeita e trata a família nas suas obras. Quem não quer viver um triângulo amoroso com Cauã Reymond e Rodrigo Lombardi em cena?”, perguntou a Musa do Japão.