Patricia Adad conta como configurou cases de sucesso no corporativo e também no artístico

Em tempos de modernidade, desafios, reinvenções profissionais, palavras como ‘planejamento’, ‘estratégias’, ‘relacionamento interpessoal’, são comuns e encontradas em diversas matérias de sucesso empresarial e pessoal. Mas como colocar em prática e transformar palavras em ação? Isso que Patricia Adad, hoje Assessora do Padre Reginaldo Manzotti em Curitiba, vem construindo por onde passa. Mas a sua carreira profissional começou com empresas e é isso que vamos contar um pouco.

Seus primeiros cases de sucesso foram realizados no corporativo, um currículo dedicado a empresas multinacionais, como por exemplo a Philip Morris Brasil, onde atuou como administradora de Recursos Humanos. “Quando você se depara com centenas de profissionais, de diversas áreas, comportamentos, você precisa criar uma estratégia para entender o que cada setor necessita, globalizar e engrenar vários deles para o resultado positivo, motivar e extrair de cada um o seu potencial. Já me deparei com excelentes profissionais em áreas erradas. Solicitei ajustes e trocas e percebi que ali existia motivação profissional, o resultado começou aparecer depois de dias”, explica Patricia.

Veja Também:  Isabela Alvino exibe shape impecável em prévia da Sexy
Ana Maria Braga e Patricia Adad
Ana Maria Braga e Patricia Adad

São mais de 15 anos dedicados ao corporativo, já atuou em empresas multinacionais também como diretora de eventos e transformou pessoas em líderes, tirando de cada departamento o ‘sumo’ profissional. Hoje seu desafio é assessorar pessoalmente um dos sacerdotes mais importantes do Brasil, Padre Reginaldo Manzotti. As estratégias utilizadas pela profissional, mostra claramente que técnicas aliadas com atitudes são a base de uma trajetória de sucesso.

“Liderar uma equipe com personalidades diferentes, idades, pensamentos é um grande desafio. Sempre tive que lidar com inúmeros departamentos desde produção até chefia, fazendo com que as técnicas que desenvolvi ao longo da minha carreira fossem aplicadas de forma dinâmica. Estou feliz com o resultado, mas sei que tenho muito ainda a realizar”, conclui Patricia.

Compartilhe