A primeira edição da revista Sexy publicada após a pandemia do Covid-19 surpreendeu. Quebrando padrões, a edição estampa na sua capa de outubro um estilo diferente das mulheres bombadas que costumam estampar seus ensaios. Apostando na sensualidade de um perfil mais “ninfeta” a publicação mostra a paranaense Kitty em um ensaio super sedutor.

“Meu perfil realmente é outro. Sou mais ninfetinha e tenho a impressão que isso atrai os homens, recebo muitos elogios. Meu ensaio foi pensado para ressaltar esse lado mais juvenil”

Sobre a preferência dos homens pelo perfil de mulher mais bombada, a beldade de apenas 20 anos e um metro e cinquenta e quatro de altura desconversa: “Não acho que os homens prefiram as altas e bombadas, pelo contrário. Garanto que faço mais sucesso que muitas saradas que vejo por aí.”

Veja Também:  Renata Banhara conta detalhes da doença e da violência doméstica que sofreu

Apesar da publicação as comemorações permanecem impedidas. Sem a liberação da prefeitura de São Paulo para realização de eventos noturnos, Kitty não pôde comemorar com os fãs. “Infelizmente não foi possível fazer a tradicional festa de lançamento. Comemorei apenas com amigos mais próximos, mas assim que as festas forem liberadas vamos tirar o atraso”, disse aos risos.

A publicação está nas bancas de todo o país.

Veja mais fotos:

 

Compartilhe