Musa da Copa do Mundo 2018, Luanda Fraga é uma rockeira assumida, começando pelas tatuagens e terminando no guarda-roupas. A loira é daquelas ‘metaleiras’ e confessa que desde criança a atitude já era sua marca registrada.

“Primeiro eu me apaixonei pelo estilo casual, jeans, camiseta e muito preto. Depois veio o barulho, o som da guitarra, o baixo e a bateria. Pronto, minha família surtava em casa com as músicas nas alturas e logo comecei a andar com a turma do rock, do rock pesado mesmo, metal”, contou Luanda.

Sobre as referências, a loira revelou que o primeiro contato com o estilo musical foi com a banda Kiss e a cantora Pitty. Quando completou 15 anos Luanda Fraga pediu para os pais uma festa com as cores preta e rosa, o que assustou inicialmente a família e logo depois os convidados.

“Eu me apaixonei pelo Kiss e pela atitude feminista que a Pitty sempre teve. Na minha festa de 15 anos o rosa e o preto dominaram e os meus amigos foram todos vestidos com as roupas do Kiss, me realizei naquela festa. Nunca fui menininha. Rock é atitude, é força, é juventude, vai estar sempre atual. A Pitty era a febre da minha geração e reina até hoje, soberana, absoluta, linda e emponderada”, disse.