Durante o desfile de apresentação das candidatas do Musa das Torcidas do Brasileirão, uma chamou a atenção do público e causou polêmica. Manuela Smitt, do Palmeiras, subiu na passarela e não economizou na sensualidade. Antes de voltar ao camarim, a morena se posicionou à frente dos fotógrafos e tirou a parte de cima do biquíni. O topless causou alvoroço e a modelo ganhou muitos assobios dos marmanjos de plantão.

Entretanto, o caso ganhou as redes sociais e dividiu opiniões. Musas de anos anteriores, inclusive, se posicionaram contra ou favor da atitude de Manuela. Caso da Musa do Grêmio 2015, Nicolle Bittencourt. “Acho que não precisava apelar”, limitou-se. Outras não viram problema e elogiaram a beleza da palmeirense. “Ela roubou a cena e não caiu na baixaria. Foi sutil. Ela é linda. Está com tudo em cima e pode mostrar”, defendeu Kamila Freitas, Musa do Chapecoense 2015.

Nas redes sociais, homens e mulheres que acompanham o concurso também falaram sobre o inusitado episódio. A maioria, a favor de Manuela, também elogiou outras performances bem sensuais como a da modelo Sabrina Rabanne, que concorre ao título pelo Corinthians. A loira mostrou todo o seu rebolado e ganhou aplausos.

Veja Também:  Musa fitness exibe bumbum duro em dias de descanso: “Não me descuido no inverno” 

Regulamento
De acordo com a organização do concurso, não há nada no regulamento que proíba topless ou qualquer outra apresentação tão sensual. No entanto, os organizadores destacam que deve haver equilíbrio e bom senso por parte das concorrentes. “A candidata Manuela Smitt não será penalizada, mas todas serão orientadas sobre isso nos próximos desfiles. A ideia é que a sensualidade não se torne vulgaridade”, diz trecho de comunicado do concurso.