A modelo Vanessa Alcântara nega ter agredido uma escrivã de polícia na semana passada em Valinhos. Ela foi presa em flagrante e recolhida à Cadeia de Paulínia. Vanessa diz que não causou a confusão e se defende das acusações. A defesa da loira deve protocolar um pedido de liberdade provisória nesta segunda-feira (11), no Fórum de Valinhos. A decisão deve acontecer por volta das 13 horas, segundo a assessoria da modelo.

De acordo com Vanessa, ela procurou a Delegacia de Defesa da Mulher para tirar fotos de um outro inquérito. Ao solicitar para a escrivã de polícia, a mesma afirmou que ela deveria fazer um requerimento. Vanessa então disse que era usual tirar fotos dos BOs, momento em que começou a gravar no celular a conversa com a policial. Ao perceber que estava sendo monitorada, a escrivã teria se alterado.

Veja Também:  Villa Country promove mega arraiá com shows em julho

“Eu apenas fiz uma pergunta: por que não posso tirar fotos do inquérito para mandar para o meu advogado? A escrivã não respondeu, simplesmente me atacou e apagou os arquivos do meu celular. Não agredi ninguém e também não rasguei documentos como está no boletim de ocorrência. Nego as acusações”, disse a modelo que entregou o celular para perícia.

Foto: Edu Graboski / Lipe Aramuni / Mais Mídia
Foto: Edu Graboski / Lipe Aramuni / Mais Mídia