Com um figurino idêntico ao usado pelos personagens de Supermax, a nova atração da Globo que estreia dia 20, a modelo Vanessa Alcântara protagonizou um ensaio fotográfico inspirado na série. Mais que coincidência, já que a modelo ficou detida por quatro meses, a sessão de fotos coroa a superação dos momentos ruins da beldade na penitenciária. Entre um clique e outro ela falou da identificação com a temática da produção.

“Estar confinada com pessoas que cometeram crimes te coloca em uma situação delicada, mas que do ponto de vista psicológico é interessante. É tudo imprevisível, a situação de clausura leva as pessoas aos seus extremos. Os conflitos que a série irá colocar no ar traduzem bem o ambiente prisional e sua energia misteriosa”, declarou a modelo.

Da ficção em um presídio abandonado no coração da Amazônia à realidade na penitenciária feminina de Tremembé e Mogi Guaçu, no interior de São Paulo, as histórias se confundem. Como na produção, os conflitos surgiam e a dificuldade de convivência com pessoas que cometeram crimes e outras atrocidades vinham à tona. Quando perguntada sobre a afinidade com alguma personagem, a ex-loira é categórica: Sabrina, psicóloga interpretada pela Cléo Pires.

Veja Também:  Letícia Datena lança sua Playboy com festa em São Paulo

“O perfil dela é bem parecido com o meu, ora ouvinte, ora briguenta e de posicionamento forte, mas sempre analisando as relações ao meu redor para sobreviver a tudo. E sempre acreditando na vitória através do amor, como a personagem da Cléo. Apesar daquele ambiente desesperador, eu acreditava na mudança e na evolução de cada presa assim como a personagem de Supermax”, revela.

Separados pelos dois milhões de reais, os roteiros seguirão caminhos diferentes já que há quase um mês, a modelo levou o prêmio no “reality” da sua vida particular, quando teve seu pedido de liberdade concedido pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.