O cantor Zezé di Camargo usou sua rede social para explicar um mal entendido que estava sendo muito comentado na internet, sua ida a um “club privê” em São Paulo com sua namorada. No Instagram o sertanejo explicou: “Eu e a minha namorada fomos ao Scandallo, uma casa noturna de São Paulo, para nos divertir. Como tantos casais, interessava, a nós, dançar, brindar, rir e, como confesso observador da alma humana, assistir um pouco do comportamento alheio, por que não?”.

Segundo Zezé, os dois estavam lá como espectadores.”O Scandallo tem tudo isso e opções para quem quer mais, como representantes daquela que é tratada como a mais antiga profissão do mundo. Cada um na sua, há diversão para todos os gostos. A nossa não esbarrava em nada que não dissesse respeito a nós dois”, escreveu.

Veja Também:  Lívia Andrade celebra 34 anos de sucesso e muita beleza

Mas o cantor pareceu estar incomodado com outra situação. Além de ter confundido o “bordel” com uma balada, Zezé reclamou do alto valor que pagou pela bebida. “Mas, assim como respeito as opções de cada um, eu me senti sinceramente desrespeitado como consumidor, ao receber uma conta que estimava em R$ 5 mil por duas garrafas de Perignon. Não espero encontrar preços que são uma pechincha num lugar como esse, mas, francamente, é um abuso, uma exploração que me incomoda bastante e ultrapassa todos os limites do bom senso”.

E você, achou que o episódio pegou mal para o cantor?