Cantora Fabi Mello

Fabi Mello grava o clipe “Não Mexe com Meu Marido” e diz que superação é seu lema

Por Claudia Mastrange

Cantora, escritora, bacharel em Direito… Os múltiplos talentos  e aptidões profissionais ficaram evidentes desde cedo na vida de Fabi Mello. Una-se a isso uma personalidade forte, além da beleza escultural e a determinação que praticamente virou seu sobrenome. E não é força de expressão: em apenas seis meses, ela escreveu 12 livros sobre diferentes temas e compôs 20 canções em diferentes ritmos. Ao longo da vida, já são mais de 270 composições. Por isso mesmo, no momento, o foco é a carreira musical. Fabi está gravando o clipe do funk Não Mexe com Meu Marido, que já entrou na programação da rádio FM O Dia. “É muita coisa boa acontecendo, ainda nem acredito”, afirma a cantora.

Tudo começou ainda nos tempos de criança.  Apaixonada por Xuxa, a carioca Fabíola Teles Pinto Mello Cardoso ficava horas dublando  a Rainha dos Baixinhos e sonhando com os palcos. “O microfone era escova, controle remoto e embalagem de xampu… (risos) A veia artística já pulsava. Cantei em coral de igreja, pequenos concursos e queria ser atriz. Mas minha mãe achava que aquilo não ia dar em nada. Daí fui tocar a vida, em outras direções”, recorda.

Após tornar-se mãe , em 2013, Fabi decidiu cursar a faculdade de Direito.  “Na época, mesmo com o sonho da carreira artística, eu ainda não tinha material nenhum, só ideias na cabeça. Então busquei algo sólido para ajudar no  orçamento familiar e sem contar que também é uma área que me agrada bastante. Então, mesmo minha filha mais nova estando com meses de vida, eu me joguei nessa empreitada e planejei prestar concursos públicos na área e continuar estudando para ser juíza”, conta ela, que chegou a prestar alguns concursos. “Mas percebi que não era realmente o que queria fazer todos os dias da minha vida”, conta.

Fabi decidiu, então, empreender e abriu uma loja, que se manteve em atividade até a chegada da pandemia. “Foi quando as ideias do passado foram se tornando realidade”, conta ela, lembrando a nova virada de chave em sua vida: “Há algumas semanas fiz uma resenha entre familiares e amigos e fui apresentada ao DJ 2L da Rocinha, que gostou das minhas músicas e decidiu produzir.  Estamos a todo vapor, produzindo uma música por semana.  Já temos 4 singles , um teaser no canal e vamos gravar os clipes de cada uma. O de Não Mexe com Meu Marido, já no dia 3 de novembro “, antecipa a cantora.

Feliz com  os novos rumos , Fabi conta que parece estar vivendo nas nuvens.“ Tudo isso é divino. Parece mesmo um desafio de superação e de a gente não deixar de acreditar no sonho. Vinha de um caminho muito longo e papai do céu fez acontecer. Tudo que passei anos pedindo, agora aconteceu em dois meses. Parece uma criança que ganhou aquele  presentão de Natal, sabe?”, diz a artista,  fã confessa de Anitta, Ludmilla e Lexa. A identificação, aliás,  vem também por conta de todas serem mulheres de personalidade. “Mulher  tem que ter atitude. Hoje isso é fundamental. Participou de tudo, tomou as rédeas, na carreira e na vida. Quero ver cada detalhe, de cada contrato, participar de cada decisão. Sou acelerada e dinâmica. Quero tudo para ontem”, admite.

Veja Também:  Cantor Nando DK é o novo integrante da produtora GR6

Desafio na praia resultou em 12 livros

Da postura decida veio o impulso para se iniciar na literatura. Uma bela tarde ela estava em um quiosque, na praia e conversando com um amigo, disse que gostaria de escrever um livro. Ninguém levou fé.  “Duvidaram e me senti desafiada. Na mesma hora, pedi ao garçom uma comanda do restaurante e comecei a escrever. Ali mesmo fiz o primeiro capítulo e, daí para frente, não parei mais de pôr as ideias no papel”, conta ela, que finalizou 12 obras, de temas variados do cotidiano, que mais adiante também vão ganhar o mundo.

As músicas começaram a surgir, na mesma pegada… E de todos os estilos: “Estou focando agora no funk, mas já compus rock, rap, trap, samba de raiz, partido alto, MPB….Tem de tudo!  Oswaldão, por exemplo, fiz em homenagem ao Oswaldo Montenegro, de quem sou muito fã”, conta Fabi. E tudo com total apoio do maridão Marcos Cardoso, das  filhas Mari Maya, de 16 anos; Beatriz, de 8 anos, e o enteado Lucas, de 18 anos.  “Eles estão curtindo muito e Mari faz teatro e canta também”, conta.

Com tanta coisa boa acontecendo, Fabi planeja , futuramente, ajudar outros artistas iniciantes que, como ela, não sabem nem por onde começar a construir uma carreira. “Quero fazer isso porque tive muitos ‘nãos’ quando fui mostrar o meu trabalho. Tantas portas  se fecharam, mas agora  tudo o que há de melhor caiu no meu colo”, afirma. Para ela, a dica é não deixar de buscar seus objetivos e não ter vergonha de levar um belo ‘não’. “Sabemos que não é fácil. Eu me questionei se era isso mesmo, mas meu dom continuou fluindo… Então, com o tempo, você pode acontecer. Muitos chegam lá no topo e parecem esquecer o que passaram. Se puder, quero ser uma porta de oportunidades”, finaliza.

 

Fotógrafa: Noemy Branco

Compartilhe

Warning: A non-numeric value encountered in /home/portalmaismidia/www/wp-content/themes/Newspaper_old/includes/wp_booster/td_block.php on line 1009