Foto: Adalto Jr. / CO Assessoria
Pelas lente do fotógrafo Adalto Jr., a modelo Poliana Paula, que está em busca de ter seu nome no Guiness Book como o ensaio em mais baixa temperatura já reconhecido, vai fotografar sua terceira capa de Playboy, agora da Espanha. Antes desta, ela já foi capa na Itália e Portugal e revelou um segredo para um bom resultado dos ensaios. “Não uso Photoshop , o natural fica mais bonito”, fala a modelo. Para provar esta tese, ela fez um ensaio apenas com o uso de luz natural. “Faço isso, pois já me olhei em fotos em revista e não me reconhecia”.
O uso do photoshop em diversas capas de revistas masculinas e ensaios publicitários  já deram muito o que falar quando um retoque foi feito sem escrúpulos. Totalmente contra a ideia de usar programas de reparos em fotos, Poliana Paula, diz que não usa e não concorda com photoshop excessivos em seus ensaios.
Uma nova Lei, que entrou em vigor no dia 1º de outubro de 2018, na França, determina que qualquer foto usada em um contexto comercial ou publicitário deverá ter uma tarja com a mensagem “Photographie retouchée” (foto retocada), se os corpos das modelos sofrerem qualquer tipo de alteração feita por programas de imagens digitais. “Uma pena que no Brasil não existem leis similares”.
Recentemente, Poliana também declarou que a suas 20 tatuagens ajudam a compor o cenário perfeito para seus ensaios. “Gosto de imaginar as minhas tatuagens como parte do ensaio”.
Veja Também:  Ex-BBB Ronan é jurado em concurso plus size no RJ
Compartilhe