Connect with us

Mais Mídia

Padrinho da escola de samba Camisa 12, Marcelo Messias, estreia na passarela e prestigia ensaio técnico no Anhembi

Entretenimento

Padrinho da escola de samba Camisa 12, Marcelo Messias, estreia na passarela e prestigia ensaio técnico no Anhembi

Na tarde de domingo(28/01), o dentista e vereador, Marcelo Messias (MDB), esteve no Sambódromo do Anhembi para participar, pela primeira vez, como padrinho de honra da agremiação.

Grande incentivador do samba e do carnaval, Marcelo Messias, que também tem a Cultura como sua bandeira na Câmara dos Vereadores, aproveitou para acompanhar o treino da Camisa 12 que, no sábado que vem vai apresentar no Anhembi o carnaval que homenageia Chico Rei no tema: “Meu black é de rei, minha coroa é de Chico: Chico rei entre nós”.

“Foi muito emocionante sentir a comunidade tão entregue ao enredo e cantando muito forte. Eu já participei dos ensaios na quadra, visitei o trabalho dos artistas no barracão, mas na pista a gente sente a vibração das alas”, conta Messias que está comprometido com a comunidade da escola.

O padrinho da agremiação vai desfilar junto com sua comunidade e também vai prestigiar o evento que começa na semana que vem. “Só existe gestão municipal, quando o munícipe é respeitado, sua coletividade é valorizada e a diversidade enaltecida. A abordagem proposta pela Camisa 12 sintetiza o que acredito e apoio. O tema traz a luta, a valorização e o reconhecimento de uma São Paulo negra”.

Veja Também:  Proteauto Alerta: Investimentos altos e noticiário revelam vulnerabilidade das plataformas de frete

No sábado que vem, no desfile oficial no sambódromo do Anhembi, dia 03 de fevereiro, a Camisa 12 será a sétima escola a desfilar, pelo grupo de Acesso 2, em busca de uma vaga no Acesso 1.

Sobre a escola de samba Camisa 12

Fundada em 1996, a escola é oriunda da torcida organizada Camisa 12 do time de futebol Corinthians e sua sede fica localizada no Belenzinho. Suas cores são: preto, amarelo, branco e vermelho e tem uma pantera negra como símbolo.

O tema desse ano foi contar a história de Chico Rei que, no século XVIII, trabalhou nas minas de ouro e, quando encontrava ouro, escondia pequenas pedrinhas no seu cabelo black power. Ele foi juntando sua riqueza e comprou sua carta de alforria e ainda libertou muitos outros escravos. Chico, era da realeza africana quando foi capturado e trazido para o Brasil. Porém, com sua inteligência, superou a opressão tornando-se uma figura icônica na trajetória da comunidade negra brasileira.

Da redação

Matérias e conteúdos produzidos por parceiros do Portal Mais Mídia

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Entretenimento

To Top