quarta-feira, 18 maio, 2022
HomeNegóciosVisão 360 graus do negócio: como adquirir?

Visão 360 graus do negócio: como adquirir?

Uma das maiores dificuldades que qualquer empreendedor tem se relaciona com a ‘falada’ visão total do negócio ou visão 360 graus. Isso ocorre porque, ao longo de nossas vidas, somos sempre levados a ver tudo pelas partes e não pelo todo.
Na escola, por exemplo, aprendemos matemática, português, história, geografia, biologia e outras matérias, de forma separada, de modo que dificilmente, aprenderemos que estas áreas, embora distintas, influenciam-se mutuamente.
Continuando a reflexão: o economista inglês Adam Smith teorizou, no século XVIII, que a Divisão do Trabalho, de forma simplificada, corresponde à especialização de tarefas com funções específicas e finalidade de dinamizar e aperfeiçoar a produção industrial. Esse processo produz eficiência e rapidez ao sistema produtivo. A história demonstrou que ele estava certo.

Em toda e qualquer empresa ou atividade humana existe divisão do trabalho para que exista ao longo do processo produtivo, maior eficiência e produtividade. Crescemos e fomos treinados assim, de forma departamentalizada. Porém, quando assumimos um empreendimento, estamos à frente de uma empresa, é fundamental ver o negócio como um todo. É difícil, pois isto significa romper com tudo que aprendemos ao longo da vida, não é mesmo?

É importante saber que, a partir do momento em que nos colocamos à frente de um negócio, enxergá-lo no todo, sem perder a sensibilidade de ver a interrelação dos departamentos e, como cada um funciona, são condições mínimas para a longevidade da empresa. É claro que o empreendedor não deve ser especialista em cada departamento ou função do seu negócio, mas tem por obrigação entendê-los.
Quando falamos em visão 360 graus, o desafio é maior ainda. Isto significa enxergar a empresa como um todo e tudo que a envolve (stakeholders), funcionários, clientes, fornecedores, processos, prestadores de serviços, governo (legislações e impostos) e etc.

Veja Também:  Casal Jucharck: Empresários Pernambucanos no ramo de Vidraçaria fazem a diferença no nordeste

Como vemos, não é tarefa fácil. Trata-se de um exercício diário que exige muito trabalho e horas de dedicação.

Contudo, ressaltamos, sem este olhar a vida de um negócio é mais dura e talvez menos próspera do que poderia ser. Sem este olhar, decisões estratégicas, definidoras do rumo do negócio, podem ser erradas ou incompletas.
Por isso, é importante buscar uma mentoria para ajudá-lo a criar mecanismos e processos que o ajudem a construir a visão 360 graus.

Sempre há mais dinheiro e lucro sobre a mesa, mas, às vezes, é difícil enxergar.
Autoras: Vera Araújo e Soraia Mendonça sócias, mentoras ( empresarial), contadoras e treinadoras.

Da redação
Da redação
Matérias e conteúdos produzidos por parceiros do Portal Mais Mídia

Deixe um Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

VEJA TAMBÉM:

spot_img