A capa da revista Glamour do mês de junho será estrelada por ninguém menos que Mariana Ximenes. A publicação do mês do amor, contou com uma versão ousada e diferente da Atriz, e trará uma entrevista abordando o lado masculino da gata. Além da entrevista, cinco homens e cinco mulheres deram seus depoimentos e diferentes leituras sobre Mariana, nomes como Claudia Raia, Zeunir Ventura, Morena Leite, Giovanni Bianco, Guilherme Weber e Jorge Bastos Moreno estão entre os que falaram sobre Mari.

 

Glamour: Mari, usando o gancho do nosso ensaio, qual seu lado masculino?

Mariana Ximenes: Acho que de tomar a frente e resolver as coisas. Mas isso é um pouco feminino também, não?

Glamour: E o lado masculino que queria ter?

Mariana: A praticidade ao me arrumar. Me dá uma inveja, no bom sentido, mas uma inveja, sim, dos homens que chegam pra gravar e só demoram 5 minutos pra ficar prontos! Eu demoro 2h! Faço cabelo, maquiagem…

Glamour: Que peça “masculina” é muito você?

Mariana: Abotoadura. Acho lindo.

Glamour: Que estilo teria? Barba? Peito depilado?

Mariana: Depilar o peito, jamais! Acho que iria mais para o estilo descolado, moderninho.

Glamour: E se fosse um rockstar, qual acha que seria?

Mariana: David Bowie. Mas também fiquei muito mais fã dos Rolling Stones quando vi o show da última vez. Fã de todos eles.

Glamour: Quem estaria no seu clube do bolinha?

Mariana: Johnny Depp, Wes Anderson, Tarantino, Zeca Camargo, Guilherme Weber, Wagner Moura e Gregório Duvivier. Ah, Jorge Bastos Moreno, amor da minha vida! E Caetano, Laerte, Nelson Leirner. Imagina a conversa!

Glamour: O que nunca faria com uma mulher se fosse homem?

Mariana: Deixar de ligar no dia seguinte e de ser gentil. Gosto muito de gentileza…

Glamour: O que admiraria numa mulher?

Mariana: A coragem, a delicadeza, a força, a poesia. E a sensibilidade!

Veja Também:  Uau! Denise Dias exibe pernas saradas em dia de treino

Glamour: Como a conquistaria?

Mariana: Teria romantismo. Mas no dia a dia. Na conquista, você foca, aí quando consegue… esquece. E acho importante lembrar que o amor tem que ser regado todos os dias.

Glamour: Que coisa faz como mulher que não faria como homem?

Mariana: Não depilaria, não tiraria a sobrancelha… Essas funções “femininas” tomam um tempo danado.

Glamour: E o que manteria com certeza?

Mariana: A força, a coragem e a capacidade de cuidar do outro que eu tenho. Gosto de cuidar. E isso falta em muito homem.

Glamour: Sua máxima seria “homem que é homem…”

Mariana:  … também é sensível!

Após revelar seu lado masculino, Mariana Ximenes recebeu o depoimento carinhoso de amigos, e parceiros de trabalho, que não economizaram nos elogios. “A gente se conheceu na novela A Favorita (2008), quando ela fazia minha filha, e desde então eu a adotei e ela me adotou. A Mari é parecida comigo em muitos aspectos: na disciplina, no perfeccionismo… E agora estou muito feliz de ela estar fazendo a Tancinha [personagem de Cláudia em Sassaricando, de 1987, e de Mari agora em Haja Coração] – se está nas mãos dela, fico bem tranquila. Mari é a melhor atriz da geração dela, e vai se deliciar fazendo comédia agora! A Mari tem até pantufa na minha casa. Agora que me mudei pra SP, somos vizinhas de frente. Parecemos duas irmãs cajazeiras, uma olhando pra cara da outra na janela.”, disse a atriz e agora vizinha de Mari, Claudia Raia.

Outros depoimentos e a matéria na integra poderão ser conferidos na edição de junho da revista Glamour que estará nas bancas no dia 27/05.