Há um ano, todas às segundas-feiras, a partir das 19h às 22h30, a agremiação abre as portas para receber artistas, compositores, músicos, percussionistas e os fãs de samba de raiz para curtir o projeto que resgata o estilo e que dá espaço para canções inéditas e autorais.

O projeto Cartilha do Samba idealizado por quatro componentes da escola que já tinham o desejo de iniciar um grupo de samba para executar músicas inéditas dos amigos compositores e conhecidos de ouras agremiações. “Decidimos sair da conversa e marcamos o primeiro encontro na quadra. A cada semana nossa ideia foi tomando forma, melhorando e chegamos ao nosso primeiro de muitos anos”, comemora Shumacker (Rodrigo de Oliveira), membro da ala dos Compositores da Filial do Samba e um dos idealizadores ao lado de Sassá (Jailton Tavares de Souza), Dhall (Marivaldo Porci no dos Santos) e Marcelo Bastos.

Hoje, o grupo conta com 30 pessoas. Alguns são atuantes e marcam presença toda semana e outros comparecem esporadicamente. “O trabalho é focado em manter a cultura do samba tradicional, de raiz. Pois, esse tipo de estilo, vem sendo cada vez menos executado nas rádios e perdendo espaço”, explica Shumacker.

“É um orgulho para a Peruche e seus componentes abrigar e abraçar um projeto de preservação cultural, um projeto que dá opurtunidades para os músicos mostrarem suas obras e, acima de tudo, de exaltação ao samba que é a nossa essência”, comenta o presidente Sidney de Moraes, conhecido como Ney.

Veja Também:  Juju Salimeni abre sua própria clínica de estética em SP

Várias atrações estão previstas para participarem deste domingo. A participação que vai encerrar a noite com chave de ouro é a do cantor e compositor carioca Monarco (Hildmar Diniz), ícone do samba no Rio de Janeiro, premiado em 2015 na 26° edição do Prêmio da Música Brasileira, categoria Melhor Álbum de Samba com “Passado de Glória – Monarco 80 anos”.

Roteiro
12h – início
13h às 13h40 – Samba da Pracinha
14h às 14h40 – Samba do Congo
15h às 16h – Cartilha do Samba
16h10 às 16h50 – Feitiço de Mulher
17h às 17h40 – escola de samba Quilombo
18h às 18h40 – Projeto Todo Sábado É Sagrado
19h às 20h – Marquinho PQD
20h20 às 21h20 – Monarco

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação