A modelo Vanessa Alcântara, 29 anos, foi transferida para a Penitenciária de Tremembé I, no interior de São Paulo. Ela estava à disposição da justiça na Penitenciária São Bernardo, em Campinas. De acordo com sua defesa, ela continua na “cela do seguro” e passa a ter convívio com as demais detentas. Vanessa foi presa acusada de agredir uma escrivã de polícia em Valinhos. Ela nega e garante que sua prisão é injusta, ilegal e arbitrária.

O advogado da modelo, Evandro Campoi, entende que a transferência foi positiva já que a unidade recebe apenas as chamadas presas especiais. A maioria, por exemplo, possui nível superior. Além disso, a Penitenciária de Tremembé abriga pessoas envolvidas em casos de grande repercussão, como o de Vanessa, que além de ser uma pessoa pública já denunciou um esquema de corrupção em São Paulo.

Veja Também:  Néa Paixão, do Santa Cruz, vai a evento de torcedores

Nesta semana, Vanessa fez uma lista de pedidos para a sua defesa. Além de alimentos e roupas, a modelo quis fotos de amigos próximos e dos seus dois filhos. Ela também relacionou produtos de papelaria como envelopes, canetas e cadernos. Tudo será entregue pelo advogado na semana que vem.